Meet Magento © 2009-2015 é uma marca da Meet Magento Association e é organizado no Brasil pela GHX Consult.

Destaques da Meet Magento – Acessibilidade no Comércio Eletrônico

Acessibilidade – ou seja, a forma de qualquer pessoa, independentemente de suas eventuais deficiências, ter acesso a determinado recurso – vem se tornando cada vez mais relevante e será tema da palestra de Vanessa Me Tonini na Meet Magento Brasil deste ano. Neste artigo ela dá um primeiro insight neste importante assunto. Acessibilidade Web e a Cena do Comércio Eletrônico (por Vanessa Me Tonini)

Acessibilidade nada mais é do que estender acesso de forma a atender qualquer cidadão, independente do mesmo haver ou não algum tipo de deficiência; é prover o usufruto de tudo e qualquer benefício oferecido pela sociedade (produtos, serviços e informação), ou seja, exaltar plenamente o direito à cidadania.

Nos dias hoje, ainda nos deparamos com os seguintes questionamentos: Pessoas com deficiência utilizam computador? É possível que uma pessoa que não enxerga, por exemplo, navegar pela Web e usufruir de todos seus recursos como qualquer outra pessoa? Sim! É possível! Graças ao avanço da tecnologia, temos hoje vários recursos de tecnologia assistiva para o uso do computador e da Web.

Para acessibilidade na Web acontecer, certas medidas devem ser feitas na hora de elaborar o template da sua loja. Desde a parte do design, onde se deve tomar o cuidado com as cores, fontes, espaçamentos e feedbacks de ações para os usuários. Para os desenvolvedores front-end, existe uma série de técnicas de acessibilidade, recomendadas pelo W3C, onde devem ser aplicadas junto ao código do tema.

O Magento é uma plataforma evoluída, e graças ao flexível sistema de templates e temas, permite a aplicação de todas essas técnicas, que cabem ao desenvolvedor front-end conhece-las e aplicá-las.

Segundo as pesquisas de Tecnologias de Comunicação e Informação nos Domicílios Brasileiros realizadas pelo CETIC, e respondida por mais de 55 milhões de brasileiros, ainda existem vários motivos pelo qual os cidadãos brasileiros não compram pela internet, entre eles estão: “Não conseguiu completar a compra”, “Falta de habilidade com a Internet” e “Não tem como efetuar o pagamento via Internet”.

Falar sobre acessibilidade parece muito bonito e altruísta, mas qual a nossa obrigação de oferecer acessibilidade?  Você pode não saber, mas existem várias leis que promovem a acessibilidade inclusive nos sistemas de comunicação e informação, e que reafirmam os direitos fundamentais da cidadania e da dignidade da pessoa humana – todas podem ser consultadas no site da Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência. Todo o cidadão que se sentir lesado ao não conseguir utilizar determinado produto ou serviço tem todo o direito a denunciar a situação para o Ministério Público.

Devida a grande autonomia que as tecnologias proporcionam as pessoas com deficiência são potenciais consumidores. Vamos aproveitar estes benefícios tecnológicos e juntos levar a Web ao seu potencial máximo!